CONFORTO AMBIENTAL E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

Please reload

Apresentação

 

 

Criado em 1988, este GT conjuga pesquisadores, profissionais, estudantes e técnicos que se dedicam à pesquisa dos vários aspectos do conforto ambiental: conforto térmico, conforto acústico, conforto luminoso, ergonomia, bem como inter-relações com a eficiência energética em edificações.

 

Ao longo de sua existência, o GT Conforto Ambiental e Eficiência Energética vem se empenhando no sentido de que sejam estabelecidas Normas Técnicas Brasileiras relativas ao binômio conforto e energia. Neste sentido, já em 1991 realizou-se o "Primeiro Encontro Nacional Sobre Normalização Quanto ao Uso Racional de Energia e ao Conforto Térmico em Edificações", a partir do qual diversas ações foram tomadas rumo ao estabelecimento das almejadas normas. Para unificar e oficializar o processo de discussão, por solicitação do GT, o Comitê Brasileiro de Construção Civil (CB-02), da Associação Brasileira de Norma Técnicas (ABNT), criou três Comissões de Estudos (CE) para elaborarem, respectivamente, os textos normativos sobre Conforto Térmico, Acústico e Luminoso.

 

Em abril de 1998 estas Comissões reuniram-se em Florianópolis para iniciar a compatibilização das diferentes propostas. Posteriormente, os projetos de norma foram submetidos à apreciação pública e votados, tendo entrado em vigor em 2005, cinco normas técnicas na área de desempenho térmico de edificações (NBR 15.220), e quatro na área de iluminação natural (NBR 15.215).

 

Desde 1990, o GT Conforto e Eficiência Energética no Ambiente Construído organizou catorze encontros nacionais (os Encontros Nacionais de Conforto no Ambiente Construído, “ENCACs”), dez dos quais em âmbito latino-americano (os Encontros Latino-Americanos sobre Conforto no Ambiente Construído, “ELACACs”, iniciados a partir de 1995, concomitantemente aos ENCACs). Simultaneamente aos encontros, ocorre também, desde 1999, a Bienal "José Miguel Aroztegui", Concurso Latino-Americano de Projetos Estudantis de Arquitetura Bioclimática.

 

Foram coordenadores do GT Conforto Ambiental e Eficiência Energética os professores Miguel Aloysio Sattler (UFRGS), Roberto Lamberts (UFSC), Fernando Oscar Ruttkay Pereira (UFSC), Maurício Roriz (UFSCar), Lea Cristina Lucas de Souza (UFSCar), Lucila Chebel Labaki (UNICAMP), Enedir Ghisi (UFSC), Aldomar Pedrini (UFRN) e Roberta Vieira G. Souza (UFMG).